Aluno 24/09/2015 - 08:17 - Marina Bitar/Governo do Tocantins

Karina Buhr lança livro Desperdiçando Rima no 9º Salão do Livro

fecoart e 9 salão do livro fotos   MANOEL JUNIOR (6).JPG fecoart e 9 salão do livro fotos MANOEL JUNIOR (6).JPG - Foto: Manoel Júnior
fecoart e 9 salão do livro fotos   MANOEL JUNIOR (8).JPG fecoart e 9 salão do livro fotos MANOEL JUNIOR (8).JPG - Foto: Manoel Júnior
fecoart e 9 salão do livro fotos   MANOEL JUNIOR (5).JPG fecoart e 9 salão do livro fotos MANOEL JUNIOR (5).JPG - Foto: Manoel Júnior

A noite desta quarta-feira, 23, no Café Literário foi marcada pelo lançamento do livro Desperdiçando Rima, da cantora, compositora e percussionista Karina Buhr. Multifacetada, performática e irreverente, a artista faz sua estreia na literatura com a obra.

A cantora baiana, crescida em Recife e radicada em São Paulo, desembarcou em terras tocantinenses para lançar seu livro e apresentar o show Secos&Molhados, que acontece nesta quinta-feira, 24, no Palco Livro.

Em uma conversa descontraída, entre declamações de versos e trechos do seu livro, com desenhos da própria autora, a artista deu ao público um gostinho da sua música e seu sotaque. “Muito do que está aqui no livro acabou virando música. As influências do maracatu, da cultura popular pernambucana estão presentes na minha música, na minha atuação no teatro, na minha escrita”, revela.

O secretário da Cultura, Melck Aquino, esteve presente no lançamento para prestigiar a artista, que considera vanguardista e inovadora. “O trabalho de Karina Buhr é genial. Em meio a tanta mesmice que se vê no mundo da música, com letras e melodias pobres, ela é uma artista que traz na veia todo o conhecimento adquirido com sua vasta experiência nos grupos de Maracatu pernambucano e também do Teatro Oficina, mas que não se prende a rótulos e influências e se reinventa de forma criativa", afirmou.

O jornalista Daniel dos Santos comprou o livro para ser autografado e disse que conheceu a música da artista a partir dos seus álbuns solo. “O que eu mais gosto na Karina é que ela é uma artista que tem voz própria, tem personalidade, e traz mensagens e uma expressão artística original. Ela consegue fazer poesia através da música e se expressa de forma irreverente, com um humor que faz a gente refletir”.

Compartilhe esta notícia