Home 11/08/2017 - 17:47 - Seleucia Fontes / Governo do Tocantins

Edição 2017 do Prêmio Professores do Brasil tem inscrições abertas

Prêmio é oportunidade para os professores da rede estadual de ensino Prêmio é oportunidade para os professores da rede estadual de ensino - Marcio Vieira / Governo do Tocantins

Duas viagens internacionais estão previstas para os vencedores da décima edição do Prêmio Professores do Brasil, uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC). As inscrições seguem até 25 de agosto, unicamente pela página eletrônica do prêmio, premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/. Podem participar educadores de escolas públicas de todo o país.

Seis categorias compõem a premiação: Educação infantil (creche); Educação infantil (pré-escola); Ensino Fundamental - do primeiro ao terceiro ano (ciclo de alfabetização); Ensino Fundamental - do quarto ao quinto ano; Ensino Fundamental - do sexto ao nono ano; e Ensino Médio.

A premiação é dividida em três etapas: estadual (162 vencedores), regional (30 vencedores) e nacional (seis vencedores). Os selecionados da etapa regional receberão R$ 7 mil, mais uma viagem de oito dias à Irlanda, onde vão participar de uma capacitação custeada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Os professores escolhidos na categoria nacional receberão R$ 5 mil adicionais, além de troféu. Aqueles selecionados na categoria Temáticas Especiais terão, entre os prêmios, uma viagem de sete dias a Londres (Inglaterra), onde participarão de atividades educativas, interativas, palestras e visitas a museus.

Para este ano, são esperadas 15 mil candidaturas. O resultado final será divulgado em dezembro.

Reconhecimento

A iniciativa busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuam para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos em sala de aula.

As escolas serão condecoradas com placas comemorativas e ganharão equipamentos de informática atualizados com softwares de conteúdo educacional.

A viagem a Londres, com todas as despesas pagas pela Shell Brasil, caberá ao autor do melhor projeto, em sala de aula, que tenha como foco o estímulo ao conhecimento científico por meio da inovação. Os responsáveis pelas melhores atividades sobre uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional serão agraciados com R$ 5 mil cada (até três projetos).

Paralelamente, até cinco professores de educação física com relatos de destaque dentro de esportes como estratégia de aprendizagem terão uma visita de um dia ao Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo. Além disso, até seis professores, cujas práticas pedagógicas apresentem estratégias de reflexão e ação quanto à conservação e uso consciente da água, apresentarão os trabalhos no Fórum Mundial da Água de 2018.

Compartilhe esta notícia