Aluno 10/12/2018 - 12:42 - Ismeni Moura/Governo do Tocantins

Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro de Arraias Desenvolve Ação Inovadora

Figure 1 Banda da Escola e prof. da Ação Suely_400.jpg Figure 1 Banda da Escola e prof. da Ação Suely.jpg -
Figure 2 Convidados para a Ação._400.jpg Figure 2 Convidados para a Ação..jpg -
Figure 4 Equipe JBC – Escola Jovem em Ação._400.jpg Figure 4 Equipe JBC – Escola Jovem em Ação..jpg -
Legenda 3 Alunos Jovem Ação JBC.png Legenda 3 Alunos Jovem Ação JBC.png -

 

O Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro de Arraias, é uma das Escolas Jovem em Ação do Tocantins, que integra o programa de Fomento á Implantação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, sendo uma iniciativa do governo federal, desenvolvida pelo Ministério da Educaçao(MEC), realizada em parceria com o estados.

A Escola Jovem em Ação, implantada no Tocantins em 2017, visa implementar o ensino médio integral,  reestruturando o currículo  de forma que, todas as dimensões do projeto pedagógico sendo elas: práticas educativas, recursos, agentes educativos, espaços e tempos, são construídas a partir do contexto, interesses, necessidades de aprendizagem, desenvolvimento e perspectivas de futuro dos estudantes. Nesta perspectiva, as diversas áreas de conhecimento são trabalhadas junto aos jovens de maneira diferenciada, despertando a capacidade de transformar metas, objetivos e sonhos em projetos de vida, promovendo o protagonismo juvenil entre os estudantes, tendo em vista o desenvolvimento de uma dinâmica educacional inovadora em seus conteúdos e metodologia, bem como na gestão sistemática e humanizada de todos os processos de ensino e aprendizagem e de seus respectivos resultados. 

Partindo deste princípio, o Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro, vem propondo um trabalho onde alie o desempenho acadêmico dos alunos à formação de opinião, caráter e amadurecimento para tomadas de decisões, garantindo interações e estratégias que garantam o desenvolvimento não apenas intelectual, mas também social, emocional, físico e cultural do aluno;

No dia 30 de outubro do presente ano, a escola desenvolveu uma ação inovadora, denominada de: “Minha Hora é Agora” inspirado no Programa “Altas Horas”, de Serginho Groisman. A ação teve como idealizadora a Professora Sueli R. Alcântara, a qual foi “abraçada” por toda a equipe da escola. Pôde contar também com a parceria da psicóloga, Ana Paula Pinheiro da Cunha, e das Enfermeiras: Bruna Gontijo, Karl  e Suellen Batista Teixeira, a jovem líder religiosa, Valcene Batista e o jovem Magno Reges, o qual  compartilhou a experiência de enfrentar e vencer um câncer.  Preocupados com uma proposta pedagógica, que seja capaz de  proporcionar aos educandos a  reflexão sobre si mesmos e  do mundo em que vivem, foram  apresentados vídeos  com um intuito de promover debates e ampliar conhecimento sobre os respectivos temas: depressão juvenil, aborto, gravidez na adolescência e relacionamento entre pais e filhos, uma vez que, tais temáticas estão estreitamente relacionadas ao contexto de vida dos jovens da sociedade contemporânea, portanto indispensáveis  para a formação integral do educando; garantindo interações e estratégias que garantam o desenvolvimento não apenas intelectual, mas também social, emocional, físico e cultural do aluno, através do autoconhecimento e construção  de valores pessoais e sociais.

Partindo do principio de que a escola precisa proporcionar um espaço dialógico onde o aluno possa ser ouvido em compreendido em  sua totalidade humana e existencial,   lhes foram oportunizado  a  manifestarem suas   dúvidas, medos e inseguranças, tendo em vista o reconhecimento de potenciais   de  superação e ao estabelecimento de metas próprias para suas vidas. Momento rico, visto que os alunos interagiram com interesse, e puderam ter suas dúvidas esclarecidas juntos aos convidados. Houve ainda apresentação musical, entre elas: "O homem que não tinha nada" proporcionando reflexão de forma lúdica e prazerosa sobre resiliência e superação, o qual influenciou na formação de uma banda musical na escola.   

Ações como: “Minha Hora é Agora”  torna a escola articuladora das diversas experiências educativas que os alunos podem viver dentro e fora dela, assumindo o seu papel social de contribuir para que “jovens em ação”, reflitam sobre o mundo em que vivem. Uma escola inovadora e ativa está alinhada as demandas do século XXI, contribuindo de forma significativa com a formação de sujeitos críticos, autônomos e responsáveis consigo mesmos e com a sociedade em que estão inseridos.