Home 16/04/2018 - 12:06 - Núbia Daiana Mota / Governo do Tocantins

Abertas inscrições para Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos 2018

Exame é destinado a jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou médio na idade adequada Exame é destinado a jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou médio na idade adequada - Juliana Carneiro / Governo do Tocantins
Wanessa Sechim explica que o Encceja é uma alternativa para retomar os estudos ou buscar uma colocação no mundo do trabalho Wanessa Sechim explica que o Encceja é uma alternativa para retomar os estudos ou buscar uma colocação no mundo do trabalho - Juliana Carneiro / Governo do Tocantins

Começa, nesta segunda-feira, 16, as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2018. A prova, destinada às pessoas que não concluíram a educação básica na idade regular, permite a elas conquistarem o certificado do ensino fundamental ou médio. Para obter o diploma de nível fundamental, a idade mínima exigida é de 15 anos. Já os candidatos que irão pleitear o certificado do ensino médio precisam ser maiores de 18 anos. A inscrição é gratuita e pode ser feita até 27 de abril pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O exame é realizado anualmente pelo Inep em quatro edições: Encceja Nacional; Encceja Exterior (para as pessoas residentes fora do país); Encceja PPL (direcionado a adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade); e Encceja Exterior PPL (para aqueles que são privados de liberdade fora do Brasil).

No Tocantins, a realização do exame conta com a parceria da Secretaria de Estado da Educação Juventude e Esportes (Seduc). A instituição emite os certificados ou a declaração parcial de proficiência, com base nos resultados obtidos nas provas.  

O Encceja é uma alternativa para quem abandonou a escola e deseja retomar os estudos. “O exame permite o aumento da escolaridade, pois o aluno pode optar por voltar à escola, fazer cursos técnicos ou ingressar no ensino superior. É ainda uma alternativa para as pessoas que buscam uma colocação no mundo de trabalho. Por meio da escolarização, essas pessoas passam a ter uma oportunidade de melhoria da qualidade de vida”, explicou a secretária de estado da Educação, Juventude Esportes, professora Wanessa Zavarese Sechim.

Provas                                         

O Encceja Nacional terá provas em 5 de agosto e o Encceja Exterior, em 16 de setembro. As edições direcionadas a adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade (Encceja PPL) serão realizadas em setembro. Enquanto o Encceja Exterior PPL terá as provas aplicadas entre 17 e 21 de setembro, o Encceja Nacional PPL será realizado em 18 e 19 do mesmo mês.

Os testes são compostos por quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões, além de uma redação. Para auxiliar na preparação, os candidatos podem acessar o material didático específico para cada uma das provas, disponível na página do Encceja 2018.  

Justificativa de ausência

Neste ano, o participante que não comparecer à aplicação das provas para as quais se inscreveu e não justificar sua ausência deverá ressarcir aos cofres públicos o custo gasto com ele, acrescido da correção do IPCA, se tiver interesse em fazer o exame novamente. A taxa inicialmente prevista é de R$ 45.