Home 08/11/2019 - 15:23 - Guilherme Gandara/Governo do Tocantins

Após cliclo de acompanhamento, crescimento das escolas Jovem em Ação é apresentado em reunião

A apresentação foi feita pela equipe de implantação das escolas Jovem em Ação para o secretário Executivo da Seduc, Robson Villa Nova Lopes A apresentação foi feita pela equipe de implantação das escolas Jovem em Ação para o secretário Executivo da Seduc, Robson Villa Nova Lopes - Elias Oliveira/Governo do Tocantins
A apresentação é referente às visitas in loco realizadas pela Equipe de Implantação e DREs, nas 22 escolas de fomento, entre 20 de outubro e 1º de novembro A apresentação é referente às visitas in loco realizadas pela Equipe de Implantação e DREs, nas 22 escolas de fomento, entre 20 de outubro e 1º de novembro - Elias Oliveira/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), por meio da Gerência de Educação Integral, realizou nesta quinta-feira, 7, em Palmas, uma reunião para a devolutiva do III Ciclo de Acompanhamento Formativo das Escolas de Ensino Médio de Tempo Integral de 2019. Este monitoramento é feito bimestralmente para visualizar pontos alcançados, sejam eles positivos ou negativos, e serve para nortear o trabalho a ser desenvolvido no bimestre seguinte pela unidade escolar.

A apresentação foi feita pela equipe de implantação das escolas Jovem em Ação para o secretário Executivo da Seduc, Robson Villa Nova Lopes; a superintendente de Educação Básica, Amanda Pereira Costa; e a Diretora de Desenvolvimento da Educação, Larissa Ribeiro.

Secretário executivo, Robson Vila Nova destacou a importância do monitoramento para melhoria do trabalho. “A socialização dos dados e indicadores mostram como as escolas têm avançado desde a implantação. Esse acompanhamento possibilita enxergar o conjunto das escolas, as questões relacionadas à infraestrutura, didática pedagógica, gestão de pessoas, e é um momento para avaliação dos pontos de destaque e dos que necessitam de apoio para melhoria, por meio da articulação de novas práticas e metodologias”, pontuou.

A apresentação é referente às visitas in loco realizadas pela Equipe de Implantação e Diretorias Regionais com o apoio e acompanhamento do Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), nas 22 escolas de fomento, entre 20 de outubro e 1º de novembro.

Saulo Simon Borges, gerente de Educação Integral, ressaltou os avanços dessas unidades escolares. “Cada ciclo apresenta níveis de resultado melhores. Notamos que houve crescimento das unidades, com patamares excelentes e que mantém esses resultados já por algum tempo. Os estudantes mostram mais interesse e dedicação, inclusive mais motivação para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio, por exemplo”, frisou.

III Ciclo de acompanhamento

O monitoramento bimestral tem como objetivos apoiar as escolas no monitoramento dos indicadores e metas estabelecidos no Plano de Ação de cada uma delas; auxiliar no entendimento do Modelo Pedagógico e de Gestão Educacional adotado pelas Escolas de Ensino Médio de Tempo Integral; acompanhar a rotina das escolas e o cumprimento do Plano de Intervenção de Infraestrutura.