Home 08/11/2019 - 15:41 - Abrão de Sousa/Governo do Tocantins

Campanha Novembro Azul de prevenção ao câncer de próstata é abraçada pela Secretaria de Educação

Educação na Campanha ‘Novembro Azul’ de combate ao câncer de próstata Educação na Campanha ‘Novembro Azul’ de combate ao câncer de próstata - Marcio Vieira/ Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) participa da campanha ‘Novembro Azul’, movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Como forma de chamar atenção e alertar os servidores e a sociedade sobre a importância da prevenção da doença, a Pasta encontra-se caracterizada com a cor azul que simboliza a campanha de conscientização realizada por diversas entidades sobre doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Além disso, na próxima segunda-feira, 11, os servidores da Pasta participarão de palestra com médico urologista Pedro Henrique Grezele que falará sobre a doença, diagnóstico, causas e consequências. O evento será realizado às 8h, na sala de reuniões da Seduc.

Já o tradicional momento devocional, realizado semanalmente na sede da Seduc, contará com momento sobre o Novembro Azul e a conscientização quanto à importância da prevenção ao câncer de próstata.

Conforme Adriana Aguiar, secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, é imprescindível o envolvimento de toda a sociedade no combate ao câncer. “O engajamento de todos na campanha garante a informação e o encorajamento dos homens a procurarem os centros de saúde para realizarem os exames de rotina e, com isso, garantir os cuidados com a saúde”, ponderou.

Dados

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), do ano de 2018, apontam que o Tocantins teve uma taxa estimada de 53,5 casos câncer de próstata, para cada 100 mil homens. Já em 2019, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde, 136 casos deste tipo foram registrados em solo tocantinense até o mês de outubro.

Para o Brasil, estima-se que 68.220 novos casos de câncer de próstata deverão ser registrados por ano entre 2018 e 2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens em todo o País.

O Inca faz ainda um apontamento por regiões do Brasil, que mostra que, em todas elas, sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de próstata é o mais incidente entre os homens em todo o país.

De acordo com os dados do Instituto, para cada 100 mil habitantes do sexo masculino, foram registrados, em 2018, 96,85 casos na Região Sul; 69,83 na Região Sudeste; 66,75 na Região Centro-Oeste; 56,17 na Região Nordeste; e 29,41 na Região Norte.