Home 08/11/2019 - 11:22 - Philipe Bastos/Governo do Tocantins

Colégio de Angico incentiva o aprendizado da Matemática por meio de feira interdisciplinar

A Feira abordou a Matemática de maneira interdisciplinar A Feira abordou a Matemática de maneira interdisciplinar - Seduc / Governo do Tocantins
O projeto contou com a participação de alunos dos ensinos fundamental e médio O projeto contou com a participação de alunos dos ensinos fundamental e médio - Seduc / Governo do Tocantins
A Língua Inglesa também foi trabalhada junto com os cálculos A Língua Inglesa também foi trabalhada junto com os cálculos - Seduc / Governo do Tocantins
A disciplina de Artes também foi contemplada pela Feira da Matemática A disciplina de Artes também foi contemplada pela Feira da Matemática - Seduc / Governo do Tocantins

O Colégio Estadual Dulce Coelho de Sousa, de Angico, realizou na última quinta-feira, 7, a 1ª Feira de Matemática da unidade de ensino. Parte do Novo Ensino Médio, o projeto envolveu todos os estudantes e professores do ensino fundamental e teve a participação de alunos da Escola Municipal Luiz Ramos dos Santos e da comunidade em geral.

A Feira teve como objetivo promover o ensino e a aprendizagem da Matemática por meio de diferentes atividades que dialogaram com outras disciplinas como Língua Portuguesa e Inglesa, História, Geografia, Química, Física, Filosofia, Sociologia e Educação Física, além de eletivas como Mundo de Trabalho, Protagonismo Juvenil e Iniciação Científica. 

Para a coordenadora pedagógica Karla Soares de Sousa, que também coordena o Novo Ensino Médio, a feira é uma importante ação para trabalhar conceitos matemáticos e suas aplicações na vida cotidiana, uma vez que os estudantes, normalmente, apresentam concepções de que o estudo da matemática é algo dissociado das práticas diárias e que, por isso, muitos apresentam resistência ao processo de ensino.

“O projeto busca ampliar a percepção de que a Matemática está presente em todos os espaços e áreas do conhecimento e a concepção dos estudantes quanto ao processo do ensino. Desta forma, buscamos alavancar melhores resultados no processo de aprendizagem, bem como buscar a integração e atividades que possibilitem a união, a cooperação e o respeito, envolvendo todos os professores das demais áreas do conhecimento”, destacou a coordenadora.

Já para a professora do Novo Ensino Médio, Suelena de Jesus Soares, que coordenou a Feira da Matemática, o evento foi importante para mostrar aos estudantes que os cálculos não são o “bicho de sete cabeças” que muitos pensam.

“Nós quisemos apresentar uma Matemática mais dinâmica e acessível aos nossos alunos, através de jogos, apresentações teatrais, pinturas, maquetes, cálculos de IMC [Índice de Massa Corporal], desfiles, entre outros. Além, claro, do empenho e participação dos alunos como protagonistas do evento, mostrando sua relevância para todas as disciplinas do currículo de forma lúdica, leve e divertida”, pontuou a educadora.

A aluna Layla Cristhina Martins considerou o evento importante para que os alunos possam melhorar o aprendizado da matemática. “Teve como finalidade o aprendizado na prática e também o envolvimento de toda a comunidade escolar. Isso nos incentiva a querermos conhecer cada vez mais e ver a necessidade de aprender. Percebemos que precisamos da Matemática em todo momento e também em tudo que formos fazer”, completou.