Home 15/05/2019 - 16:19 - Josélia de Lima / Governo do Tocantins

Professores de Guaraí falam da emoção de serem homenageados pelo selo ‘Quem Educa, Faz!’

Devilsa e Selma disserem que a homenagem representou um novo ânimo para o trabalho Devilsa e Selma disserem que a homenagem representou um novo ânimo para o trabalho - Marcio Vieira / Governo do Tocantins
Selma teve três alunos premiados em concursos de redações no ano passado Selma teve três alunos premiados em concursos de redações no ano passado - Marcio Vieira/Governo do Tocantins
Devilsa contou que prioriza a produção de textos na sala de aula Devilsa contou que prioriza a produção de textos na sala de aula - Marcio Vieira/Governo do Tocantins
Lourenice disse que ficou feliz por ser lembrada pelo trabalho realizado Lourenice disse que ficou feliz por ser lembrada pelo trabalho realizado - Marcio Vieira/Governo do Tocantins

Realizar um trabalho diferenciado na sala de aula e conseguir que os alunos desenvolvam suas habilidades e talentos foram os resultados alcançados pelas professoras de Língua Portuguesa, Devilsa Mendes Duarte Sousa, que leciona na Escola Estadual Serra das Cordilheiras, em Colmeia; e Selma Ferreira Barbosa Peixoto, que trabalha no Colégio da Polícia Militar (Unidade VIII – Anaídes Brito Miranda), de Guaraí. Essas professoras foram homenageadas no lançamento do selo ‘Quem Educa, Faz!’, realizado pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), na segunda-feira, 13.

Devilsa iniciou um projeto com o objetivo de preparar os alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com isso, vários estudantes conseguiram alcançar notas na redação acima de 800 pontos. “Também desafiamos os nossos alunos a participarem de concursos de redações e, este ano, um dos nossos estudantes conseguiu ficar em segundo lugar no concurso Jovem Senador”, frisou.

Nas aulas de redação, a educadora passou a incentivar os alunos a ler textos de opinião e, em seguida, escrever uma redação. “Estes textos são corrigidos por mim individualmente durante o planejamento, ou seja, na hora da atividade e reescrito em sala de aula. O aluno só refaz aquilo que errou e depois do texto reescrito, corrijo novamente”, contou.

Devilsa disse que ser escolhida entre tantos professores é um privilégio. “Meu sentimento é de gratidão a Deus. Eu me sinto feliz e realizada e, acima de tudo, considero essa valorização uma grande motivação para realizar os sonhos que ainda tenho”, explicou.

A professora Selma também passou a preparar melhor os alunos para o Sistema de Avaliação da Educação do Tocantins (Saeto), e incentivou-os à participação em concursos e olimpíadas. “Como resultado, tivemos três alunos vencedores em concursos de redação promovidos por instituições financeiras da região”, ressaltou.

“Fiquei muito feliz e grata por ter meu trabalho reconhecido. Essa profissão é muito árdua, e participar de um evento como esse dá uma injeção de ânimo. Colher frutos é uma dádiva”, destacou.

Na Diretoria Regional de Educação de Guaraí outra servidora também recebeu destaque, Lourenice Barbosa Lima Sheffer, professora aposentada, que trabalhava no Colégio Antônio Leão Alencar. Ela é apaixonada pela educação. “Eu sempre buscava algo diferente para as minhas aulas. Passava os finais de semana estudando e preparando aulas. O diferencial é que dava uma atenção especial aos alunos, para ajudá-los a tirar dúvidas e compreender melhor os conteúdos. Acredito que a educação é um fator de transformação social, mas, para que isso aconteça, precisa da colaboração da família”, ressaltou.

A diretora Regional de Educação de Guaraí, Ruthcleia Pereira de Sousa Lopes, comentou que essa iniciativa de criar o 'Selo Quem Educa, Faz!', que valoriza o professor, faz diferença em sala de aula. “Fiquei feliz em ver a alegria expressada no olhar do professor por terem seu trabalho reconhecido. Acredito que são ações como essas que eleva a autoestima dos nossos professores, motivando-os e incentivando-os a serem melhores, em busca de uma educação de qualidade”, disse.