Home 12/08/2019 - 12:54 - Cláudio Paixão/Governo do Tocantins

Diretoria Regional de Educação de Araguatins promove atividades alusivas ao Dia do Estudante

Cerca de 150 alunos participaram das atividades realizadas na Câmara Municipal Cerca de 150 alunos participaram das atividades realizadas na Câmara Municipal - Divulgação Seduc/Governo do Tocantins
Recepção dos alunos protagonistas do programa Escola Jovem em Ação Recepção dos alunos protagonistas do programa Escola Jovem em Ação - Divulgação Seduc/Governo do Tocantins

Dentro da programação do Dia do Estudante, comemorado no dia 11 de agosto, a Diretoria Regional de Educação (DRE) de Araguatins realizou nesta segunda-feira, 12, na Câmara Municipal, a palestra Desenvolvendo liderança, ministrada pelo diretor do Colégio Estadual Manuel Vicente de Sousa, de Augustinópolis, Vitor Ribeiro.

Para o palestrante, "a escola é o melhor campo de experiência e vivência do protagonismo. É interessantíssimo fomentar, dentro do âmbito escolar, ações que viabilizem a vivência em protagonismo, oportunizando ao aluno um leque de possibilidades que o apoiarão na construção do seu Projeto de Vida", ressaltou.

Além da palestra, foram realizadas atividades culturais pelos alunos do Colégio da Polícia Militar de Araguatins – Unidade VI e do Colégio Estadual Manoel Vicente de Souza, localizado em Augustinópolis. Para marcar o protagonismo dos alunos, todas as atividades foram realizadas pelos próprios alunos.

Para o aluno do Colégio Estadual Osvaldo Franco Renan Cauê, que fez o cerimonial, a palestra ajudou a despertar mais ainda o espírito de liderança nos alunos. “É muito bom quando a gente vê todos esses jovens, assim como eu, querendo ser um protagonista na escola e fora dela”, ressaltou.

A titular da DRE de Araguatins, Maria Nunes, destacou a importância do trabalho desenvolvido nas unidades escolares que integram o programa Escola Jovem em Ação. “O nosso objetivo, com esse trabalho realizado junto aos alunos protagonistas, é fazer com que eles sejam multiplicadores do assunto abortado. Queremos fomentar iniciativas que estimulem a autonomia dos nossos alunos”, apontou.