Home 18/06/2020 - 10:59 - Philipe Bastos/Governo do Tocantins

Iniciativas do Governo do Tocantins para a educação são destaque em pesquisa nacional dos Tribunais de Contas

Kits de alimentos e higiene pessoal são preparados para chegar aos mais de 157 mil estudantes da rede estadual Kits de alimentos e higiene pessoal são preparados para chegar aos mais de 157 mil estudantes da rede estadual - Katriel Bernardes/Governo do Tocantins
Aulas on-line promovem revisão dos conteúdos para o TO de casa NO ENEM Aulas on-line promovem revisão dos conteúdos para o TO de casa NO ENEM - Katriel Bernardes/Governo do Tocantins

As ações que o Governo do Tocantins tem adotado desde o início das medidas de isolamento social provocadas pela pandemia do novo coronavírus são destaque em estudo nacional realizado pelo Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede) e por 26 Tribunais de Contas de todo o Brasil.

Os resultados da pesquisa, intitulada “A Educação não pode esperar: Estratégias das Redes de Ensino durante e após a pandemia”, serão divulgados em live realizada nesta sexta-feira, 19, a partir das 15h, no canal do CTE-IRB no YouTube. A programação do evento conta com o painel “Ações das redes durante a pandemia e as estratégias no retorno às aulas”, que terá a participação da secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes do Tocantins, Adriana Aguiar, falando sobre as iniciativas do Estado neste período de pandemia. Além da experiência do Tocantins, o instituto selecionou como caso de sucesso as medidas adotadas pelo Município de Barroquinha (CE), cuja experiência também será apresentada no painel pela secretária municipal Angeliete Veras.

O estudo que será apresentado compila ações de redes públicas de ensino em áreas como práticas pedagógicas, suporte e formação de professores, orientação às famílias, distribuição de alimentos aos estudantes e estratégias para combater o abandono escolar e as defasagens de aprendizagem.

Para a titular da Seduc, a escolha do Tocantins como caso de sucesso pelo Instituto representa um reconhecimento dos esforços que o Governo do Estado tem empreendido nas ações para que a população não fique desamparada neste período pandêmico.

“Foi uma determinação do nosso governador Mauro Carlesse para que nossos estudantes pudessem ter garantidos seu direito à alimentação e a conteúdos que os auxiliassem nesse momento tão delicado em que estamos vivendo. Por isso, poder participar e ser destaque em um estudo como esse é muito importante para todos nós, pois nos dá uma prova de que estamos no caminho certo”, completou.

Entre as ações desenvolvidas, no Tocantins, pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, estão a distribuição de kits de alimentação aos mais de 157 mil estudantes matriculados nas 493 unidades escolares da rede estadual de ensino. A primeira etapa das entregas foi finalizada no início de junho, período em que começou a segunda etapa, que está em andamento agora.

Paralelamente à entrega dos kits, a Seduc apresentou uma proposta inovadora para a retomada das atividades escolares na rede estadual. A medida estabelece o retorno gradual das aulas, começando pela 3ª série do ensino médio, em regime não presencial; e, a partir de agosto, o retorno gradual e escalonado dos estudantes à sala de aula, seguindo as recomendações dos órgãos de Saúde. A proposta começou a ser implementada nesta semana, com formação aos profissionais da educação (Para mais informações, acesse o link).

Além disso, para atender aos estudantes que estão em vias de realização do Exame Nacional do Ensino Médio e vestibulares, a Secretaria reformulou o programa #TOnoEnem, com a campanha “TO de casa NO ENEM”, que traz atividades online e off-line, não presenciais, do preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio. Dentre as ações, o programa conta com um canal específico no YouTube, que oferece aulas online e plantões tira-dúvidas e, para aqueles que não possuem acesso a computadores ou internet, estão sendo disponibilizados materiais didáticos impressos, que podem ser retirados nas escolas, ou, em caso de moradores da zona rural, entregues pelo transporte escolar; bem como plantões tira-dúvidas por meio de atendimento telefônico (0800-635050) ou diretamente nas escolas, mediante agendamento.

Mapeamento

O levantamento nacional mapeou as ações de 249 Secretarias de Educação (232 municipais e 17 estaduais) de 23 Estados de todas as regiões do País. O evento online reunirá, além das organizações já citadas, secretários de Educação e representantes do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação e Distrito Federal (FNCE).

A inciativa e o estudo têm o apoio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais Contas (CNPTC).