Home 03/08/2020 - 18:34 - Núbia Daiana Mota / Governo do Tocantins

Educação promove formação para professores da 1ª e 2ª série do Ensino Médio

Formação promovida pela Seduc envolve cerca de  3.500 professores Formação promovida pela Seduc envolve cerca de 3.500 professores -
A secretária Adriana Aguiar destaca que a formação visa alinhar as atividades da retomada com segurança para todos A secretária Adriana Aguiar destaca que a formação visa alinhar as atividades da retomada com segurança para todos -

Dando continuidade à retomada gradual das atividades não presenciais na rede estadual de ensino, a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) promove a segunda etapa da formação para os professores da 1ª e 2ª série do Ensino Médio, da qual também participam coordenadores pedagógicos, diretores escolares, além de supervisores e assessores das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs).  

A formação, que acontece de 3 a 7 de agosto, atenderá a 3.500 professores lotados nas 291 unidades escolares que ofertam esta modalidade de ensino. Como medida de segurança, o encontro será on-line, por meio da ferramenta google meet, em salas virtuais com capacidade para 250 profissionais.  

Na pauta, estão previstas a apresentação da proposta de retomada das aulas, orientação sobre as rotinas pedagógicas, além do planejamento dos roteiros de estudos.   

“A formação tem ainda o intuito de estreitar os laços com os professores e demais profissionais das escolas. A programação foi organizada de forma que possamos levar a eles o nosso planejamento, cuidando para que todos tenham as informações necessárias para que o retorno das aulas não presenciais ocorra de forma segura para estudantes e professores”, enfatizou a titular da Seduc, Adriana Aguiar.  

Aulas não presenciais

A retomada gradual do ano letivo na rede estadual teve início no dia 29 de junho, com o ensino não presencial para os alunos da 3ª série do Ensino Médio. As aulas para os estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio estão previstas para o dia 10 de agosto.   

A proposta de retomada traz cinco pilares: a segurança dos profissionais da educação e dos estudantes, o respeito à diversidade da comunidade escolar do Estado; a garantia de que os estudantes da rede estadual não percam o ano letivo de 2020; a segurança que o ano de 2021 não seja comprometido em decorrência do ano de 2020; e ainda assegura a conclusão do ensino médio para os alunos da 3ª série do ensino durante o calendário civil de 2020.