Coronavírus 09/08/2020 - 13:21 - Núbia Daiana Mota/Governo do Tocantins

Rede estadual amplia oferta de aulas não presenciais a estudantes da 1ª e 2ª série do ensino médio

No formato não presencial os alunos recebem o roteiro de estudos de cada disciplina, construído pelos próprios professores No formato não presencial os alunos recebem o roteiro de estudos de cada disciplina, construído pelos próprios professores - Marcio Vieira - Governo do Tocantins

Cumprindo o cronograma de retomada das aulas na rede estadual, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), ampliará a oferta de atividades não presenciais para os estudantes da 1ª e 2ª série do Ensino Médio, com aulas a partir desta segunda-feira, 10. A oferta de aulas não presenciais teve início em 29 de junho. Os primeiros a retornarem às atividades escolares foram os estudantes da 3ª série do ensino médio.  

Para assegurar a qualidade da nova metodologia de ensino, a Seduc promoveu formação on-line para todos os professores do ensino médio, bem como os coordenadores pedagógicos, gestores escolares e técnicos das 13 Diretorias Regionais de Ensino (DREs). Os profissionais receberam orientações sobre as ferramentas de estudos disponíveis e os mecanismos de acompanhamento dos alunos no modelo não presencial. A primeira formação, realizada para os professores da 3ª série, ocorreu nos dias 15 e 16 de junho, alcançando 2.700 professores, distribuídos em 14 salas on-line de formação. A segunda, direcionada aos professores da 1ª e 2ª série, ocorreu nos dias 3 e 4 de agosto, alcançando 3.800 professores, distribuídos em 21 salas virtuais.   

“Tivemos uma boa adaptação dos estudantes da 3ª série e dos profissionais no modelo não presencial e agora damos prosseguimento às atividades com as demais turmas do ensino médio. Além da formação para os nossos professores, estamos prestando todo o suporte necessário neste novo cenário, inclusive apoio emocional e psicológico, por meio do Programa Olhar Atento, e tomando todas as medidas de prevenção para garantir a segurança dos nossos alunos e servidores”, enfatizou a titular da Seduc, Adriana Aguiar.  

Todo o planejamento para a retomada das aulas na rede estadual de ensino é executado mediante o acompanhamento da situação epidemiológica do Estado e em alinhamento com a Secretaria de Estado da Saúde. Este alinhamento motiva a mudança no plano de retomada das aulas semipresenciais, que estavam previstas para começar, de forma escalonada, em 3 de agosto. Diante do quadro epidemiológico, o formato semipresencial foi suspenso, e o Estado está ampliando, gradativamente, a oferta de aulas não presenciais.  

O planejamento de volta às aulas na rede estadual é focado nos 5 pilares a seguir: a segurança dos profissionais de educação e dos estudantes; o respeito à diversidade da comunidade escolar; a garantia do ano letivo para os estudantes da 3ª série, ainda no ano civil 2020; a garantia da conclusão do ano letivo para todos os estudantes, independente do calendário civil; e a garantia de que o ano letivo de 2021 transcorra independente do ano 2020.  

Metodologia

No formato não presencial, os alunos da rede estadual recebem o roteiro de estudos de cada disciplina, construído pelos próprios professores. O conteúdo pode ser retirado semanalmente, impresso, nas escolas, ou ser acessado pela internet. Os alunos que não têm acesso à internet e moram na zona urbana retiram o material impresso na escola. Já os estudantes da zona rural recebem as atividades por meio do transporte escolar.