Home 14/09/2020 - 13:02 - Abrão de Sousa/ Governo do Tocantins

Educação Realiza “Seminário de implantação do Aprova Brasil - Tocantins" em parceria com a Editora Moderna

Primeiro Seminário de formação para a utilização dos livros de português e de matemática do Aprova Brasil Primeiro Seminário de formação para a utilização dos livros de português e de matemática do Aprova Brasil - Seduc / Governo do Tocantins
Segundo Damaris Silva,  os professores serão orientados para a utilização do livro Segundo Damaris Silva, os professores serão orientados para a utilização do livro - Seduc / Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), em parceria com a Editora Moderna, realizou o primeiro ‘Seminário de Implantação do Aprova Brasil-Tocantins’, nesta segunda-feira, 14.  A implementação do projeto Aprova Brasil da Editora Moderna tem como objetivo articular estudantes, professores e gestores em prol do desenvolvimento da competência leitora e da competência matemática, por meio de uma série de recursos integrados.

O público-alvo do projeto são os educadores do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Durante o webnário, foram abordados temas sobre os livros que compõem a coleção, a forma de organização da proposta pedagógica, bem como orientações sobre as lições presentes no material e as aplicações de simulados. 

Segundo Damaris Silva, gerente de Serviços Educacionais da Editora Moderna, os professores serão orientados para a utilização do livro. “A metodologia do Aprova Brasil é composta por recursos a serem utilizados pelos estudantes e pelos professores. O material será disponibilizado nas versões impressa e digital. Os livros dos alunos são consumíveis e também podem ser acessados via web. Outro ponto do material é a composição em bloco, em que o estudante só deve passar para o seguinte após a finalização do anterior, sempre considerando como ponto importante o alcance da competência leitora. Há gêneros textuais específicos para o alcance da fluência leitora. Lembrando que a competência leitora é a capacidade de o estudante entender o texto e compará-lo com outros textos, a leitura é necessária em todos os componentes curriculares”, destacou.

O kit de material para o estudante encontra-se disponível nas unidades escolares para retirada na forma física. Todos os estudantes terão acesso ao livro físico, visto que este é consumível.

O material é voltado para as áreas de matemática e língua portuguesa. Nos conteúdos, serão desenvolvidas atividades de acordo com a matriz de referência do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), considerando os descritores de acordo com o ano escolar que o estudante esteja matriculado, conforme os níveis.

Em matemática, há os jogos com desafios que consideram as capacidades lúdicas dos estudantes. Nos jogos, a criança deve compreender os enunciados das situações-problema que serão desenvolvidos no decorrer da aprendizagem.

A natureza dos conteúdos será importante, sobretudo nas áreas de trabalho em questão, em que os estudantes desenvolverão principalmente o formato procedimental, no qual o estudante recorda o conteúdo já estudado.

Um exemplo de trabalho é a apresentação de situação-problema; no mesmo contexto, há a seção “compreenda”, na qual o estudante pode interpretar considerando o que compreendeu; depois, de forma contextualizada, o estudante passa a responder às questões. Em tudo isso, considera-se a ordem crescente de dificuldade na aprendizagem presente no material, o que prepara o estudante para responder às avaliações.

Os professores serão auxiliados com recursos chamados guias, que virão nos formatos digital e impresso. Todo o material é direcionado para o desenvolvimento de habilidades e competência, que servem para desenvolver o conhecimento tanto dos professores como dos estudantes.

Os docentes terão videoaulas específicas, como orientação de como seguir a metodologia a ser aplicada com os estudantes. Nessas aulas, “de professor para professor”, há discussão para conduzir as aulas na prática.

Para garantir a segurança no desenvolvimento das atividades, há um cronograma de atividades com organização de conteúdos por semana. Entretanto é preciso salientar que o Aprova Brasil é complementar, o que significa que segue uma matriz de referência e não abrange todo o conteúdo ministrado pelo professor em sala de aula.

Cada ator envolvido no processo tem seu campo específico na plataforma do Aprova Brasil. Há os perfis do professor, do diretor, da secretaria de educação. O login é sempre pela secretaria de educação ou pela regional. Pode-se acessar também por meio do site com o login do Inep da escola e senha Tocantins2020.

Ao abrir o momento, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, destacou a importância da parceria, que já havia sido firmada antes mesmo da pandemia. “Nosso principal pilar para a retomada das atividades letivas é a segurança de nossos professores e alunos. É uma satisfação muito grande podermos celebrar essa parceria com uma editora que entende e leva em consideração toda a diversidade de nossa rede de ensino ao montar esse material em conjunto com os técnicos da Seduc. Tenham certeza de que estamos buscando o que há de melhor para os nossos alunos e professores”, destacou.

O endereço de acesso é www.projetoaprovabrasil.com.br. Nele, quando o estudante for acessar deve sempre colocar a sigla “to”, mais o nome completo do aluno, mais a série em que está matriculado. Lembrando que o login e a senha serão sempre os mesmos, por exemplo, para um estudante com o nome de Antônio José da Silva, que estuda o 6º ano, o acesso ficará “toantoniojosedasilva6”.