Projeto TO Ligado

Programa TO Ligado Programa TO Ligado -

O Projeto TO Ligado integra a Iniciativa BNDES Educação Conectada, que se constitui na primeira ação estruturada do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em parceira com o Ministério da Educação (MEC), voltada ao apoio do Programa de Inovação Educação Conectada (PIEC).

O PIEC foi instituído pelo Decreto nº 9.204, de 23 de novembro de 2017, e busca conjugar esforços entre órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios, escolas, setor empresarial e sociedade civil para apoiar a universalização do acesso à internet de alta velocidade e para assegurar as condições necessárias para a inserção da tecnologia como ferramenta pedagógica de uso cotidiano nas escolas públicas de educação básica.

A Iniciativa do BNDES visa acelerar a implantação do PIEC por meio da seleção de projetos de implementação e uso de tecnologias digitais para educação pública, com equilíbrio de quatro dimensões estruturantes:

  •  visão - potencial da tecnologia de impactar positivamente no aprendizado e como isso se reflete em estratégias, políticas e práticas para que as escolas atinjam seus objetivos;
  •  formação - habilidades e competências que diferentes atores precisam ter para o uso adequado de tecnologias na educação;
  •  recursos educacionais digitais - produção, acesso e uso de repositórios com conteúdos digitais de qualidade; e
  •  infraestrutura - disponibilidade e qualidade de dispositivos e ferramentas, incluindo conexões, servidores e serviço de armazenagem.

Dessa forma, espera-se que o uso de tecnologia digital possa apoiar os processos de gestão escolar e de ensino e aprendizagem, gerando impactos positivos nas redes e escolas e buscando promover aprendizado para escalabilidade do PIEC, com efetividade e economicidade.

Para execução desta iniciativa, o BNDES estabeleceu parcerias com:

●       Centro para Inovação da Educação Brasileira – CIEB: trabalha no suporte técnico e auxílio nas atividades da Iniciativa, e na implantação e acompanhamento dos projetos na ponta;

●       Centro de Excelência e Inovação em Políticas Públicas - CEIPE da Fundação Getúlio Vargas: responsável pela sistematização do aprendizado da experiência da Iniciativa e pelo acompanhamento da implantação dos projetos e avaliação externa, identificando fatores de sucesso e o impacto de tecnologias de informação e comunicação na educação, tanto na utilização pedagógica como na gestão de redes e escolas.

●       Parceiros privados: contribuem com recursos para ações e investimentos dos projetos, de acordo com a pertinência e possibilidades identificadas em função das propostas dos projetos; para atividades da Iniciativa, como as relacionadas a monitoramento e avaliação; e para campanhas de divulgação e captação de recursos. Até o presente momento, foram firmadas parcerias com a Fundação Lemann e com a Fundação Itaú Social e Sincroniza.

O território do Tocantins foi selecionado para participar dessa Iniciativa e está implantando o Projeto TO Ligado, direcionado ao ensino fundamental e médio em 100% das escolas urbanas da rede estadual e 50% das escolas urbanas das redes municipais localizadas nos municípios de Araguaína e Gurupi por meio de investimentos nas quatro dimensões estruturantes do PIEC.

A escolha do território do Tocantins para integrar a Iniciativa do BNDES e a seleção das escolas municipais participantes do Projeto, foram definidos por meio de sorteio conforme os critérios do Edital de Seleção nº 001/2018 para a Chamada Pública que deu origem à Iniciativa.

O Projeto tem previsão de implantação de 2 anos, até dezembro de 2020, e é um passo importante para por em prática o planejamento das redes e suas estratégias educacionais mediadas por tecnologia.

Nesse horizonte de tempo serão contempladas 49 escolas de ensino básico de Araguaína e 25 escolas de Gurupi, atendendo diretamente em torno de 31,6 mil alunos e cerca de 1,5 mil professores.

O Projeto foi inicialmente discutido pelos gestores e equipes técnicas das secretarias estadual e municipais, a partir do diagnóstico respondido em 2018 pelas escolas, sobre as quatro dimensões do uso da tecnologia (questionário GuiaEdutec) e procurou incorporar o que as redes e escolas já têm desenvolvido - considerando as oportunidades e dificuldades para o uso pedagógico da tecnologia.

Um Grupo Especial de Trabalho (GET) foi constituído, composto por membros das secretarias estadual e municipal, e tem atuado em regime de colaboração para desenvolver ações nas quatro dimensões estruturantes: visão, formação, recursos educacionais digitais e infraestrutura.

O projeto foi desenhado a partir da definição dos principais desafios educacionais das redes em cada segmento de ensino (Ensino Fundamental 1, Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio), e com base nesses desafios, foram selecionadas as práticas pedagógicas inovadoras mediadas por tecnologia que serão utilizadas nas escolas participantes do Projeto TO Ligado.

 

PRINCIPAIS ESTRATÉGIAS

•          Visão compartilhada no território sobre a integração das tecnologias ao processo de ensino e aprendizagem, desenvolvendo uma cultura colaborativa entre professores e alunos.

•          Formações continuadas para professores sobre o uso de tecnologia no processo de ensino e aprendizagem para professores multiplicadores dos 1º, 2° e 3° anos do fundamental I, para professores do 6º e 9º ano do fundamental II e para professores da 1ª e 2ª séries do ensino médio (foco especial na transição entre os ciclos).

•          Implantação de uma plataforma digital para o território.

•          Programa-piloto para formação de professores de alunos com deficiências para o uso de tecnologia nos processos de inclusão e acessibilidade.

•          Dois espaços de aprendizagem criativa voltados para formação e experimentação em tecnologias para professores em uso pedagógico de recursos educacionais digitais e metodologias ativas, com foco em alfabetização e letramento, nas séries iniciais (1º ao 3º anos) do fundamental I, 6º e 9 ano do fundamental     II, e 1ª e 2ª série do ensino médio. Sendo um espaço de aprendizagem criativa em cada município.

•          Incentivo a parcerias que tenham sinergia com objetivos do território para a captação de recursos públicos e privados, visando a sustentabilidade do projeto.

 

OBJETIVO GERAL DO PROJETO TERRITORIAL

Oferecer educação de qualidade na rede do Tocantins por meio do uso pedagógico das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) integradas ao currículo, desenvolvendo competências para disseminação de informações, produção de conhecimentos e resolução de problemas.

 

PRINCIPAIS DESAFIOS EDUCACIONAIS IDENTIFICADOS

•          Alfabetização e letramento nas séries iniciais do segmento fundamental I.

•          Desenvolvimento das habilidades de leitura e letramento em português, matemática e ciências.

•          Evasão na transição do fundamental II para o médio e agravada no ensino médio.

•          Desinteresse do aluno pelo currículo e processo de aprendizagem.

•          Uso de Tecnologias Assistivas para uma educação inclusiva.

 

POSSÍVEIS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS A SEREM ADOTADAS

•          Ensino baseado em projetos – incorporação de metodologias ativas que utilizam projetos como foco central do ensino, envolvendo investigação pelos estudantes e integração de áreas do conhecimento.

•          Aulas “mão-na-massa” – experiências de aprendizagem que, por meio do processo concreto de produção de artefatos, visam aproximar a ciência e a engenharia do cotidiano dos estudantes.

•          Ensino híbrido – abordagem que promove integração entre o ensino presencial e propostas online, valorizando as melhores formas de oferecer diferentes experiências de aprendizagem aos estudantes.

 

TEMÁTICAS E PÚBLICO DAS FORMAÇÕES - ETAPA 1/2019 

TEMÁTICA

PÚBLICO

Imersão em Tecnologias e Metodologias Ativas

Técnicos e Coordenadores Pedagógicos municipais e estaduais

Alfabetização e Ensino Híbrido

Professores do Ensino Fundamental I

Letramento e Ensino Híbrido(Matemática, Língua Portuguesa e Ciências)

Professores do Ensino Fundamental II

Projetos e Protagonismo Juvenil

Professores do Ensino Médio

Tecnologias Assistivas e Educação Inclusiva

Professores Educação Especial

 

RESULTADOS ESPERADOS

  • Melhoria dos índices de alfabetização e letramento com foco nos 1º e 2º anos do ensino fundamental I e visão de consolidar o ciclo até o 5º ano.
  • Desenvolvimento das habilidades de leitura e do letramento em português, matemática e letramento científico no ensino fundamental II.
  • Redução da evasão escolar na transição do ensino fundamental II para o ensino médio.
  • Maior estímulo aos alunos do ensino médio, visando o aumento de interesse pela aula.